Sudeco participa de audiência pública no Senado

Sudeco participa de audiência pública no Senado

Por Assessoria de Comunicação

Publicação: Qui, 14 Mar 2019 13:40:00 -0300

Última modificação: Qui, 14 Mar 2019 16:25:27 -0300

Crédito: William Sant'Ana

O superintendente do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), Marcos Derzi, juntamente com o diretor de Planejamento e Avaliação (DPA), Roberto Postiglione e a coordenadora-geral de Fundos e Promoção de Investimentos da Diretoria de Implementação de Programação e de Gestão de Fundos (DIPGF), Luciana de Sousa Barros, participaram na manhã dessa quarta-feira (13), da audiência pública na Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) do Senado Federal.

 

As autoridades da autarquia expuseram as ações desenvolvidas pela Sudeco atendendo ao pedido do presidente da comissão, senador Izalci Lucas (PSDB/DF). “Pretendemos junto ao Ministério do Desenvolvimento Regional focar na geração de emprego e renda e apontar as particularidades de cada região através do desenvolvimento regional”, afirmou Izalci.

 

O superintendente Marcos Derzi esclareceu que a Sudeco presta assistência para 466 municípios que compõem a Região Centro-Oeste “só que faz isso com poucos recursos, oriundos de Emenda Parlamentar que já chegam direcionadas”. Ele acrescentou que é preciso ter “investimentos e retorno rápido. Os recursos precisam ser bem investidos, é necessário fazer um mapeamento para não fazer um investimento errado”, defendeu Derzi.

 

Marcos Derzi disse ainda que é preciso investir em parcerias Público-Privadas (PPPs) para “tocar os projetos. O Estado não tem mais dinheiro”. 

 

diretor de Planejamento e Avaliação, Roberto Postiglione, destacou que a autarquia tem investido e alcançado bons resultados nas cadeias produtivas de erva-mate, de processamento de frutas e de equipamentos para a indústria. Postiglione apresentou as diretrizes de trabalho da Sudeco para 2019 - 2022: Desenvolvimento Produtivo Sustentável; Ciência, Tecnologia e Inovação; Educação e Qualidade Profissional e; Infraestrutura Econômica e Urbana.

 

A coordenadora-geral de Fundos e Promoção de Investimentos da Diretoria de Implementação de Programação e de Gestão de Fundos (DIPGF/Sudeco), Luciana de Sousa Barros, apresentou os números do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO). Desde a sua criação em 1989, o fundo já obteve R$ 80,1 bilhões em recursos, sendo que 42% foram aportados pelo Tesouro e 58% são de retornos dos financiamentos.

 

 

O diretor de Governo do Banco do Brasil, Ênio Mathias Ferreira, também compôs a mesa da audiência pública. Estiveram presentes ainda a chefe de gabinete da Sudeco, Franciane Soares do Nascimento; o coordenador de Planos e Projetos Especiais, Carlos Henrique de Araujo Filho e a chefe de divisão da DPA, Fernanda Cruz.