Sudeco foca no desenvolvimento sustentável para o Centro-Oeste

Sudeco foca no desenvolvimento sustentável para o Centro-Oeste

E realiza evento em Jaraguari (MS) para ampliar infraestrutura social e urbana
Por Assessoria de Comunicação

Publicação: Ter, 26 Nov 2019 08:48:00 -0300

Última modificação: Ter, 26 Nov 2019 08:52:50 -0300

Na última quarta (20), a Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), em parceria com a Prefeitura Municipal de Jaraguari realizou o evento “Soluções compactas e modulares para tratamento de efluentes domésticos”, na Câmara Municipal. Na oportunidade, representantes de prefeituras, do Instituto do Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (IMASUL) e da Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul (AGEHAB) puderam conhecer mais uma ação da Sudeco para a implementação do Plano Regional de Desenvolvimento do Centro-Oeste (PRDCO 2020-2023).  O Plano deste período está voltado para a ampliação da infraestrutura social e urbana dos municípios. Tem como objetivo apoiar a elaboração e a implementação de projetos de esgotamento sanitário, em consonância com as diretrizes nele traçadas.

O especialista Henrique Blasques de Assis apresentou um modelo de Estação de Tratamento de Efluentes Domésticos compacta e modular em duas fases, anaeróbia e aeróbia.  “Esse modelo possui uma tecnologia com potencial para promover o desenvolvimento regional sustentável e um melhor desempenho dos serviços urbanos e, consequentemente, levar melhor qualidade de vida à população”, declarou a coordenadora de Projetos da Diretoria de Planejamento (DPA/Sudeco), Simone Carvalho.

O sistema é compacto. Com uma área de implantação reduzida, possibilita flexibilidade aos municípios na prospecção das áreas públicas disponíveis. A configuração modular permite o planejamento racional do sistema, o custo operacional é baixo e, com isso, o retorno financeiro do investimento, para os municípios, será rápido. E ainda, a emissão de odores é zero, e por isso os modelos podem ser implantados em quaisquer áreas, internas ou adjacentes ao centro urbano, o que pode trazer economia aos custos da implantação, e/ou com tubulações.

Geórgia Carolina Capistrano Costa, arquiteta e urbanista da DPA/Sudeco, também representou a Sudeco no evento. “Um passo importante da Superintendência no âmbito das novas ações e projetos desenvolvidos atualmente, articulando e fomentando parcerias com foco no desenvolvimento sustentável da região Centro-Oeste”, confirmou Simone Carvalho.