Seminário debate desenvolvimento integrado do DF e Entorno

Seminário debate desenvolvimento integrado do DF e Entorno

Por Assessoria de Comunicação

Publicação: Qui, 16 Mai 2019 18:46:00 -0300

Última modificação: Sex, 17 Mai 2019 18:42:31 -0300

Nesta quinta-feira, 16 de maio, o superintendente do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), Marcos Derzi, e comitiva da autarquia, participaram do seminário “Desafios e Oportunidades para o Desenvolvimento Regional Integrado”, organizado pela Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan).

Na mesa de abertura, o secretário de Desenvolvimento da Região Metropolitana do DF, Paulo Roriz, ressaltou que os municípios da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride) são irmãos e parceiros do da capital federal. “Temos o compromisso de trazer o desenvolvimento para essa região do Entorno”, disse.

“Mais de 50% da população da Ride é de filhos de Brasília que não conseguiram morar aqui [na capital]. A região metropolitana [de Brasília] não é problema. É futuro! A áreas que existem lá [no Entorno] são maiores, o preço da terra é mais baixo, a mão de obra é qualificada porque são pessoas que estudaram e se formaram em Brasília. Têm boas escolas e experiências. Então, vamos dar seguimento a região metropolitana. Ela fortalece o DF”, destacou o secretário distrital de Fazenda, André Clemente.

Recursos para a região
Após o painel de abertura do seminário, aconteceu a mesa sobre Mobilização de Recursos para Projetos e Programas Integrados de Desenvolvimento Regional, com a participação de representantes da Sudeco. Participaram do debate o diretor substituto de Implementação e Programas de Gestão de Fundos da Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste, Raimundo Veloso, do coordenador do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste, Jader Verdade, e do coordenador-geral substituto de Suporte Logístico e Tecnologia da Informação, Michel Turco.

A mesa falou sobre os desafios para a captação de recursos para o desenvolvimento, sobre os fundos de financiamento do Centro-Oeste, e sobre o Plano Regional de Desenvolvimento do Centro-Oeste (PRDCO).

“Os desafios relacionados aos recursos são enormes. O orçamento da Sudeco é constituído basicamente dos recursos previstos no Orçamento Geral da União, e das emendas parlamentares. Outra fonte é o Plano de Ação que depende de arrecadação”, ressaltou o diretor Veloso.

“A Sudeco [frente ao cenário nacional de escassez de orçamento] está em um momento que precisa ser cada vez menos distribuidora de recursos, e cada vez mais coordenadora da aplicação estratégica desses recursos”, defendeu o diretor de Risco do Banco Regional de Brasília, Antônio Gil Silveira, que foi o mediador da mesa.