Comitê Técnico encaminha pauta para o Condel

Comitê Técnico encaminha pauta para o Condel

Conselho fará a última reunião do ano no dia 2/12
Por Assessoria de Comunicação

Publicação: Sex, 22 Nov 2019 12:17:00 -0300

Última modificação: Sex, 22 Nov 2019 12:23:35 -0300

No último dia 21 de novembro, o Comitê Técnico do Conselho Deliberativo do Desenvolvimento do Centro-Oeste, colegiado vinculado à Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Condel/Sudeco) realizou a 15ª reunião, em que foram confirmadas as pautas a serem discutidas na próxima reunião do Conselho, a décima-terceira e última do ano, para discutir resoluções sobre o Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO).

Veja mais fotos clicando na imagem

No início da reunião, tanto o diretor em exercício de Implementação de Programas e de Gestão de Fundos (DIPGF), Raimundo Veloso, quanto a secretária da reunião e coordenadora-geral de Gestão de Fundo e Promoção de Investimentos (CGGFPI), Luciana Barros, afirmaram que a reunião transcorreria como de fato aconteceu, “trabalhos produtivos, pois os assuntos já foram bem discutidos pelo Comitê no último período”, declarou Veloso. As proposições 11, 12 e 13 de 2019 trataram da revisão de indicadores e metas de gestão de desempenho FCO, da programação do fundo para o exercício de 2020, e do calendário de reuniões do próximo ano. Extra pauta, foram discutidas diretrizes e prioridades para o Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste (FDCO) em 2020.

O assunto que teve maior repercussão ao longo da reunião, foi a melhoria da linha da Ciência Tecnologia e Inovação, que teve contribuições da  Financiadora de Inovação e Pesquisa (FINEP) e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) para readequar as definições e os itens financiáveis, posto que da forma como se encontra atualmente, o Banco Administrador não tem conseguido enquadrar os projetos para o financiamento com recursos do Fundo. Rodrigo Rodrigues da Fonseca, representando a instituição, sugeriu que a participação da FINEP ficasse mais explícita no texto da programação, reforçando que “a Financiadora não estava, no primeiro momento, interessada na remuneração para tanto, mas sim na concretização do planejamento que já estava em curso”. Luciana explicou que essa modificação poderia ser melhor estudada para não criar mais um procedimento ao tomador de recursos do Fundo. “Durante as reuniões do GT as discussões foram no sentido de que cada estado peça o auxílio da FINEP caso encontre dificuldades em fazer o enquadramento das propostas acima de R$ 500 mil.

Depois de todos os encaminhamentos e da apresentação da Revisão da Programação Anual de Financiamento do FCO até outubro de 2019, e da apresentação da Diretoria de Governo do Banco do Brasil, que trouxe números dos trinta anos do Fundo, e também posicionamentos pontuais sobre o período jan./out. 2019, Nelson Vieira Fraga Filho, presidente da reunião e superintendente da Sudeco, agradeceu a todos pelo empenho e atuação em 2019. “É enorme a minha satisfação em presidir um grupo tão qualificado, que neste ano trouxe resultados com a aplicação dos recursos de acordo com a proposta para a qual o FCO realmente foi criado”. Nelson Fraga também se declarou satisfeito, em especial, com a presença dos ministérios da Cidadania e do Turismo, setor que a Sudeco pretende alavancar em 2020.